Prefeitura realiza VIII Conferência Municipal da Saúde de Sobral - CONEXÃO NOTÍCIA - Wellington Marques

Últimas

Post Top Ad

Responsive Ads Here

segunda-feira, 29 de abril de 2019

Prefeitura realiza VIII Conferência Municipal da Saúde de Sobral



A fim de debater melhorias para o sistema de saúde do município e elaborar propostas para serem levadas para os âmbitos estadual e nacional, aconteceu, semana passada, a VIII Conferência Municipal da Saúde de Sobral. Além de gestores dos governos municipal, estadual e federal, participaram do encontro 60 delegados eleitos nas pré-conferências, representando os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), gestores e trabalhadores. O evento ocorreu no auditório Vênus, do Centro de Convenções.

Sabemos da importância dos delegados para a contribuição das políticas públicas. Eles não vieram aqui apenas buscar melhorias para suas localidades, mas informações que podem melhorar a saúde do país. A colaboração é o diferencial para continuarmos avançando no aumento da qualidade de vida de cada brasileiro, afirmou Zezé Leal, presidente do Conselho Municipal de Saúde.

Em sua fala, o secretário da Saúde, Gerardo Cristino, pontuou a importância da realização da 8ª Conferência Municipal da Saúde. Essa é uma oportunidade para se discutir propostas que o município defenderá na conferência estadual e na nacional de saúde. Aqui serão abordadas inúmeras propostas e sugestões. Além de lutarmos pelo financiamento adequado, temos que trabalhar a saúde preventiva da população.

A conferência contou com dois convidados especiais: Odorico Monteiro, que falou sobre a consolidação e o financiamento do SUS, e Gretha Leite, que abordou o tema "Saúde como direito". Zezé Leal foi o intermediador.

A mesa foi composta pela vice-prefeita de Sobral, Christianne Coelho; o secretário Gerardo Cristiano; Márcia Mesquita, representante do Conselho Estadual de Saúde; Zezé Leal; Izabelle Mont’Alverne, vice reitora da Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA); Fernando Holanda, defensor público federal; David Gomes, defensor público estadual; Aparecida Aragão, representando os usuários do SUS; e Mônica Souza Lima, coordenadora da 11ª Coordenadoria Regional de Saúde.

O evento seguiu o documento orientador da 16ª Conferência Nacional de Saúde, que incentiva a mobilização e participação da população no debate em torno de quatro eixos fundamentais para o Sistema Único de Saúde no Brasil. No primeiro eixo foi debatido a "Saúde como direito"; no 2, a consolidação dos princípios do Sistema Único de Saúde (SUS); no 3, o financiamento adequado e suficiente para o SUS; e no 4, a composição, organização e funcionamento dos conselhos de saúde.

Na conferência foram votadas propostas que farão parte das discussões da 8ª Conferência Estadual de Saúde, que acontecerá em Fortaleza, dias 26 e 27 de junho, e na 16ª Conferência Nacional de Saúde, que acontece de 4 a 7 de agosto, em Brasília.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here

Páginas