Camilo apresenta desenvolvimento econômico do Ceará em palestra nos EUA - CONEXÃO NOTÍCIA - Wellington Marques

Últimas

Post Top Ad

Responsive Ads Here

terça-feira, 9 de abril de 2019

Camilo apresenta desenvolvimento econômico do Ceará em palestra nos EUA

O Ceará foi apresentado como exemplo de equilíbrio fiscal dentre os estados brasileiros durante o evento Brazil Summit 2019, realizado em Nova Iorque, nos Estados Unidos nesta segunda-feira (8). Diante de empresários de várias partes do mundo, o governador Camilo Santana ministrou a palestra com o tema “Situação Econômica e Oportunidades de Investimentos”, na qual foram destacadas as potencialidades econômicas do Estado para atrair novos investidores.
Camilo ressaltou a importância do planejamento do Governo do Ceará que, em contraponto à crise econômica vivida pelo Brasil, organizou as finanças estaduais e garantiu a manutenção de investimentos em áreas importantes como Segurança, Educação, Saúde e Infraestrutura. Para o governador, a estratégia foi fundamental para se criar um ambiente cada vez mais favorável para o desenvolvimento do Estado.
“O Ceará adotou uma série de medidas. A primeira estratégia foi garantir a solidez fiscal, porque o mais importante para um estado é assegurar os investimentos para a população, em Segurança, Educação, Infraestrutura. Saudável financeiramente, o Estado atrai investidores. Mesmo diante de um momento difícil da economia brasileira, nós aplicamos esse planejamento financeiro. Fizemos medidas duras na questão da previdência, mas cobrando mais do que ganham mais e cobrando menos do que ganham menos”, detalhou.
O chefe do Executivo citou como conquista importante deste contexto de estabilidade econômica a trinca de hubs no Ceará. O Estado vivencia hoje a consolidação do hub aéreo das empresas aéreas Air France-KLM-GOL em Fortaleza, do hub portuário por meio da parceria entre os Portos do Pecém e Roterdã (Holanda), que vai transformar o Estado em um hub portuário, e também o hub de dados viabilizado pelo lançamento do cabos SACs e Monet, da multinacional Angola Cables, ligando o Ceará à Africa e aos EUA.
Exportação
Como exemplo de fomentação de novas indústrias no Estado do Ceará, o governador citou a Zona de Processamento de Exportação (ZPE-CE). Localizada no município de São Gonçalo do Amarante, a área compreende mais de 6 mil hectares destinados a implantação de grupos internacionais. A empresa âncora da ZPE é a Companhia Siderúrgica do Pecém. Camilo Santana apresentou a zona franca como grande potencial de negócios dentro do cenário internacional.
“A legislação brasileira garante que você pode comercializar apenas 20% produzido pela empresa em território nacional. Estamos tentando modificar essa legislação federal, permitindo que 40%¨produzido pela empresa possa ser comercializado dentro do território nacional e 60% fora. Hoje, o Ceará tem a única ZPE em funcionamento no Brasil. O Estado tem buscado atrair investidores que tem interesse de montar a sua empresa para exportação para vender para outros países, comercializar para outros continentes seguindo regramento internacional, livre de impostos federais e impostos estaduais”, ressaltou.
Educação
Além de atrair investidores para gerar emprego e desenvolver a economia no Estado, o governador do Ceará lembrou que é indispensável para o planejamento estadual priorizar o investimento em Educação, Ciência e Tecnologia. “O fundamental é a Educação. Nenhum estado ou país no mundo se desenvolve sem investir em Educação, Ciência e Tecnologia. Para nós essa é a maior joia do Ceará. De 2007 para cá, o Estado tem focado os seus investimentos com políticas continuadas, meritocráticas, fazendo com que o Ceará tenha os melhores resultados educacionais do Brasil. Das 100 melhores escolas públicas do país, 82 são do Ceará. Temos investido forte no ensino tecnológico, na escola em tempo integral do Ensino Médio, nas universidades estaduais. Não temos dúvidas que estamos criando novas gerações que terão mais esperança e mais oportunidades”,discursou.
Importância do diálogo
Durante a sua fala, Camilo Santana também enfatizou a necessidade de todas as lideranças políticas estarem abertas ao diálogo, deixando de lado questões partidárias, em prol de encontrar soluções para os problemas do país e alcançar melhorias na qualidade de vida da população. “O Brasil precisa dialogar mais. Tem muita gente boa querendo ajudar. Todos querem o melhor para o País. Vivemos numa federação em que temos 27 governadores e mais de cinco mil prefeitos, então é preciso que todos esses representantes estejam abertos para o diálogo”, disse o governador cearense.
Com informações da Assessoria

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here

Páginas