TRE discute segurança nas eleições com Polícia Militar - CONEXÃO NOTÍCIA - Wellington Marques

Últimas

Post Top Ad

Responsive Ads Here

quinta-feira, 20 de setembro de 2018

TRE discute segurança nas eleições com Polícia Militar


O Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) se reuniu com representantes da Polícia Militar do Estado do Ceará (PM-CE), ontem (19), para discutir a segurança das eleições deste ano. No encontro, ocorrido no auditório da Academia Estadual de Segurança Pública do Ceará, as juízas Adriana da Cruz Dantas, coordenadora da fiscalização da propaganda e poder de polícia, e Jacinta Inamar Franco Mota, titular da 112ª Zona Eleitoral, passaram orientações às forças policiais sobre como funcionarão essas atividades.
O Tribunal atendeu ao convite do tenente-coronel PM Jano Emanuel Marinho, Chefe do Estado Maior Especial (Operação Eleições 2018). A atuação dos policiais deverão abranger o pleito na cidade de Fortaleza, na Região Metropolitana e também no interior do Estado.
Foram apresentados, em um primeiro momento, todos os números da Operação Eleições 2018 e o contingente que estará envolvido na atividade. Em seguida, aconteceu a exposição das magistradas, que abordou aspectos legais referentes à atuação da Polícia Militar do Ceará na véspera e no dia da eleição. Por fim, os oficiais tiveram a oportunidade de fazer perguntas.

Também compuseram a mesa da solenidade o comandante do Comando de Policiamento do Interior (CPI) Sul, coronel Júlio Rocha Aquino, que fez a abertura do evento; o comandante do Comando de Policiamento da Capital (CPC), coronel Fernando Albano; o comandante do Comando de Policiamento Metropolitano, coronel Falcão Pinto; e o diretor-geral da Academia Estadual de Segurança Pública, tenente-coronel Juarez Nunes Filho.

Reforço federal
No último dia 11, a Corte do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou, em sessão plenária administrativa, o pedido do TRE do Ceará de envio de forças federais para reforçar a segurança das eleições em cinco municípios cearenses: Fortaleza, Caucaia, Juazeiro do Norte, Maracanaú e Sobral.

A ministra Rosa Weber, presidente do TSE, votou de modo favorável ao pedido e foi acompanhada pelos demais ministros da Corte. Na mesma sessão, o TSE aprovou o envio de tropas federais para Mato Grosso do Sul.

O envio do pedido havia sido aprovado pelo TRE-CE no último dia 22 de agosto, em sessão presidida pela desembargadora Nailde Pinheiro Nogueira. A decisão, feita por unanimidade, levava em consideração apenas municípios com mais de 100 mil eleitores. O procurador regional eleitoral, Anastácio Nóbrega Tahim Junior, apresentou manifestação favorável à demanda.
Governador
Camilo Santana manifestou-se em seguida, através do Ofício GG nº 371/2018, acerca da decisão do TRE de requisitar forças federais para complementar a segurança do pleito de 2018. “O entendimento do Governo do Estado do Ceará é de que a segurança dos cidadãos é tarefa árdua, diária e impõe a união de todas as forças vivas da população. Por isso, consideramos adequada qualquer nova iniciativa que venha somar-se aos nossos esforços e ampliar a capacidade das forças de Segurança do Estado para cumprir sua difícil missão de garantir a segurança ao povo cearense”, afirmou ele.

Geração de mídias
Iniciou ontem (19) a geração das mídiasídias que serão usadas nas eleições deste ano. Durante a operação, são copiados para os cartões de memória (flash cards), que serão utilizados na carga das urnas, os sistemas e os dados necessários para a realização da eleição: nome, número e foto dos candidatos, nome e número do título dos eleitores, seções principais e agregadas, e mesas de justificativa. O processo ocorre até amanhã, conforme previsto em resolução do TSE, e é presidido pelo juiz Alcides Saldanha. São, no total, 896 cartões de memória de carga (264 para Fortaleza e 632 para o interior do Estado) e 25.377 cartões de memória de votação (5.571 para Fortaleza e 19.806 para o interior).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad

Responsive Ads Here

Páginas